4 formas de usar vídeos em notícias

Há anos o vídeo está entre os formatos de conteúdo preferidos dos leitores, mas a pandemia de Covid-19 e suas consequências elevou ainda mais essa preferência. Inserir vídeos em notícias é uma maneira de aumentar os acessos no site, expandir o alcance da notícia e conquistar novos leitores.

Em 2020 o Youtube se consolidou como a plataforma preferida dos brasileiros, sendo acessada por 105 milhões de pessoas por mês. A pesquisa Why Vídeo divulgada em novembro do ano passado, também mostrou que 91% dos brasileiros aumentaram o tempo que passam na plataforma em 2020.

Com a necessidade do isolamento social mudou completamente a relação com a internet da maioria das pessoas. Se seu site ainda não aposta nos vídeos em notícias, a hora é agora de inovar e aumentar os acessos. Elencamos quatro maneiras eficientes para aderir aos vídeos em notícias. 

Tenha um canal

Como vimos o Youtube é a plataforma de vídeos mais acessada no Brasil, mas há outros sites que oferecem estrutura para compartilhamento de vídeos, como o vimeo por exemplo. O ideal é que o jornal crie um canal na plataforma de preferência para concentrar seus conteúdos em vídeo.

Com o canal, o vídeo em notícias entra como link sem pesar o software usado pelo site e dando boas condições de acesso ao usuário. Além disso, outro grande benefício de ter um canal é aumentar as chances de o conteúdo ser encontrado no Google ou em pesquisas sobre o assunto direto na plataforma usada. 

Entrevistas mais dinâmicas

Jornalistas podem apostar em entrevistas em vídeo para complementar reportagens. O vídeo em notícia pode aparecer, neste caso, como um plus para o conteúdo. Por exemplo, em uma entrevista com um artista, parte pode ser em vídeo e parte em texto. A escolha dos assuntos deve depender das estratégias de cada site

Neste caso os vídeos em notícias podem ser usados nas redes sociais para chamar a atenção para o assunto. As entrevistas em vídeo também contribuem para deixar o conteúdo mais dinâmico, considerando que a tendência é que as pessoas passem menos tempo lendo reportagens e prefiram vídeos em notícias.

Vídeos gravados por leitores

Incentivar os leitores a enviar conteúdo para a redação é uma ótima maneira de interagir com o público e inserir vídeos em notícias. Além disso, esse material vindo do leitor geralmente gera muita repercussão no site e nas redes sociais por criar proximidade com o público. 

O conteúdo vindo a partir dos leitores têm liberdade para ser amador, ou seja, sem muita qualidade na imagem e no áudio. O importante é que o conteúdo seja interessante para sustentar os vídeos em notícias. Já conteúdos mais elaborados e produzidos pela equipe do jornal, devem primar pela qualidade do áudio e da imagem.

Aposte nas lives 

Muito do resultado da expansão dos vídeos em 2020 se deve às lives, que são transmissões ao vivo sobre shows ou acontecimentos pontuais. Apostar em lives como vídeos em notícias uma uma maneira de manter os leitores atualizados  sobre situações importantes, como coletivas, acidentes, decisões, entre outros.